quarta-feira, 7 de março de 2012

A latinha azul

O primeiro creme hidratante que usei, e já lá vão alguns anos, era da marca Nivea. Para quem não sabe foi o primeiro creme hidratante que surgiu no mercado. Foi inventado em 1911 na Alemanha pelo químico Isaac Lifschütz, pelo dermatologista Paul Gerson Unna assim como pelo dono da companhia detentora da marca (BeiersdorfOscar Troplowitz. O nome do creme está relacionado com a brancura do produto e vem do latim niveus/nivea/niveum que significa branco como a neve. A sua fórmula ainda hoje se mantém sendo a lanolina (composto obtido a partir de cera de lã) o seu principal ingrediente.
O que mais carateriza este produto é sobretudo a sua embalagem que devido ao seu design distinto, simples e único se tornou um objeto icónico. A latinha azul foi lançada em 1925, antes disso tinha outra cor e desenho. Ao longo dos anos foi sofrendo pequenas alterações ao seu original, mas a marca manteve sempre a essência do formato e do produto. 
Apesar de hoje em dia existirem os mais variados tipos de cremes hidratantes e a própria Nivea ter lançado no mercado outros produtos para o tratamento da pele, o creme da latinha azul continua a ser dos mais vendidos. Eu pessoalmente ando sempre com uma latinha atrás de mim para qualquer emergência. Não é um creme que use diariamente porque é bastante gorduroso (uso mais como creme de mãos), mas continuo a apreciar a sua maciez e a sua fragrância. 



Lata original de 2011


Lata atual


Evolução do design da lata ao longo dos anos


Edições especiais


Publicidade dos anos 50


Publicidade de 2011

Livro comemorativo dos 100 anos da marca



2 comentários:

  1. Eu adoro-o, tem propriedades que nunca vou encontrar noutros cremes. E o cheirinho característico?

    ResponderEliminar